Importações, Importar para Portugal

Como Importar para Portugal – Linhas Orientadoras

Exportar de e Importar para Portugal, podem ser as únicas soluções para ter uma empresa com um modelo económico viável, num mercado de dimensão limitada como é o português.

Hoje em dia, se se quer ter uma empresa economicamente sustentável, principalmente num mercado de dimensão limitada como é o nosso, as fronteiras podem – devem – ser meras referências geográficas, sem uma importância determinante na delimitação do espaço em que ocorre o negócio. É nesse contexto que surgem as Importações e Exportações de produtos – ou transações intracomunitária de bens, quando se tratam de negociações de mercadorias dentro da União Europeia, e que são fruto dos acordos estabelecidos.

Importar para Portugal em segurança não é nada de demasiado complexo. No entanto é um processo que pode abarcar alguns riscos. É importante que se identifiquem esses riscos por forma a estar preparado para eles, para que assim, se torne possível mitigá-los. Há que ter atenção para que tudo decorra sem incidentes.

Com este artigo, a Green Ibérica pretende fazer uma pequena abordagem ao tema e dar algumas dicas que o podem ajudar a entrar nesse processo.

 

Planeamento

Em primeiro lugar, o planeamento é fundamental. É verdade que, como bons portugueses, temos sempre muito presente em nós a arte de “desenrascar”. Mas talvez seja melhor guardar esta qualidade cultural para outros campos. É preciso desenvolver um bom plano de negócio por forma a saber/definir o caminho estratégico a seguir. Pesquise, calcule, disponibilize recursos e descreva pormenorizadamente todas as ações necessárias.

 

Certifique-se que Está Legalmente Apto a Importar para Portugal

Depois de planear e de saber exatamente o caminho a seguir, certifique-se que a sua empresa responde a todos os requisitos legais que lhe permitam efetuar este tipo de transações. Então assegure-se que o NIPC da empresa está regular e que inclui a atividade de importação e exportação no objeto social.

 

Selecione os Seus Fornecedores de Importação

É um dos pontos mais importantes para o sucesso do negócio. Para se assegurar da fiabilidade dos potenciais fornecedores, e para importar para Portugal, visite feiras, conferências, congressos, etc. onde estes possam estar presentes. O simples facto de marcarem presença neste tipo de eventos acaba por transmitir confiança. Isto para além do contacto pessoal com a empresa, com os seus representantes e com os seus produtos/serviços, o que pode ajudar a aferir se é o que o seu negócio precisa. Para além disso, procurar por referências nunca será de descorar. Tente saber um pouco mais de e para onde a empresa comercializa, quem são os seus clientes. Se possível, chegue ao contacto com esses clientes para ouvir a sua experiência.

Existem diversos websites que o podem ajudar na pesquisa dos melhores eventos direcionados para o que pretende. O n’Feiras e o 10times são dois exemplos, mas há muitos mais, para isso basta pesquisar um pouco pela área que lhe interessar.

 

Visite a Fábrica do Fornecedor

Não há forma melhor de conhecer o seu fornecedor e o seu produto, do que avaliar in loco. Caso tenha essa possibilidade, verifique o processo de produção. Isto inclui condições da maquinaria, certificados, normas de segurança e tudo mais que sirva para atestar a seriedade e qualidade do seu fornecedor.

 

Elabore uma Folha de Custos

Nem sempre é fácil perceber imediatamente o quanto irá pagar, isto porque o valor do produto é apenas um dos custos que poderá vir a ter. Informar-se acerca dos impostos, taxas, seguros e outros montantes que envolvem a transação de importar para Portugal, vai ajudá-lo na negociação e a determinar a viabilidade da mesma.

Assim, antes de fechar negócio, tenha em consideração todos os potenciais custos, que poderão incluir:

  • Transporte Internacional;
  • Seguro de Transporte Internacional;
  • Imposto de Importação;
  • Taxas Aduaneiras;
  • IVA;
  • Despesas Bancárias;
  • Taxas Portuárias;
  • Taxas de Armazenamento;
  • Despachante Aduaneiro;
  • Transporte interno…

 

Negoceie os Incoterms

Na altura da negociação é possível que o fornecedor lhe ofereça três intercoms[1] relacionados com o transporte da mercadoria. As diferentes opções terão diferentes características e, portanto, diferentes custos:

  • FOB – Free On Board (ou FCA – Free CArrier, utilizado em carga aérea) – Abrange os custos de transporte das mercadorias desde a fábrica (ou outro local de envio) até ao porto de embarque da carga. A partir daí os custos ficam a cargo do comprador.

  • CFR – Cost and FReight – O vendedor fica responsável pelo transporte marítimo até ao porto de destino. O comprador que fica responsável pelos transportes complementares.

  • DAP – Delivery At Place – É o serviço o que abrange todos os transportes da mercadoria, desde o local de origem até ao local de destino.

Escolher o melhor incoterm vai depender muito do conhecimento e dos contactos que tem, principalmente no local de origem do produto que adquire.

 

Documentos Necessários para Importar para Portugal

Depois de se efetuar o embarque, o exportador envia diversos documentos que permitirão que o importador liberte as mercadorias na alfândega. Tenha bastante atenção aos detalhes nos documentos, já que pequenas imprecisões podem gerar grandes problemas, no limite pode ir até à apreensão dos bens. Procurar um parceiro experiente pode ser importante quando não tem esses conhecimentos do seu lado.

Existem leis globais e portanto documentação que é obrigatória, sejam quais forem os países de origem e de destino das mercadorias. Para além dessas leis globais, existem também as legislações locais que devem ser estudadas, para que não venha a ter surpresas desagradáveis.

Alguns documentos mais importantes à importação:

  • Bill of Lading (ou B/L) – É o documento mais importante para o transporte marítimo. É emitido pelo Armador (ou pelo agente de transporte, como é o caso da Green Ibérica) para terem conhecimentos sobre um carregamento de mercadorias. O B/L serve três propósitos principais: é o contrato de transporte entre o shipper e o armador; serve de recibo de entrega da mercadoria; e é o título de posse da mercadoria, que normalmente pode ser negociado/transferido.

  • AirWay Bill – Assim como o B/L no transporte marítimo, o AirWay Bill é o documento mais importante no transporte aéreo de carga que, ao contrário deste, nunca pode ser negociável. As principais funções do AirWay Bill são de: Contrato de transporte; comprovativo de receção dos bens; carta de porte; certificado de seguro; declaração aduaneira…

  • Fatura Comercial – Emitida pelo fornecedor, a fatura comercial contém os dados da empresa e da carga. Em muitos países é usada para determinar o valor da mercadoria na avaliação das taxas alfandegárias.

  • Packing List – É um documento complementar à fatura comercial, que tem como objetivo descrever o conteúdo da remessa. Identifica volumes, dimensões, pesos, referências, etc., de cada embalagem. Resumidamente o Packing List incorpora caixas e/ou pacotes transportados enquanto a fatura comercial abrange cada item comercializado.

  • Certificado de Origem – Assim como o nome indica, comprova a origem da carga. Existem diversos Certificados de Origem, o mais comum é o Form A. Este formulário, para além de declarar a origem dos produtos, possibilita alcançar benefícios fiscais para determinadas mercadorias.

  • Certificado de Seguro – É uma forma de garantir ao consignatário que, durante o transporte, as possíveis perdas e/ou danos ocorridos nas suas mercadorias, estão cobertos.

 

Conclusão

Aqui demos apenas algumas dicas que podem ser úteis caso esteja a pensar internacionalizar o seu negócio. A internacionalização, e exportar ou importar para Portugal, pode ser a única hipótese de conseguir gerir uma empresa dinâmica e consistente. Ainda assim talvez seja bom não se atirar de cabeça. Trilhe um percurso sólido e com atenção à resposta que vai obtendo do mercado. Não se esqueça do mais importante, rodeie-se de pessoas/empresas seguras e com mais experiência neste campo. Recolha o máximo de informação possível.

Trabalhe, tenha confiança e acredite. A sua resiliência será recompensada!

 

Green Ibérica

 

 

[1] Incoterms são os termos internacionais utilizados no comércio, que determinam os deveres e obrigações do exportador e do importador. Saiba tudo acerca dos Incoterms no site da Câmara do Comércio Internacional (ICC).
Combate ao transporte marítimo de produtos contrafeitos - Green Ibérica Portugal

Marcas e Operadores Marítimos Juntam-se para Combater o Transporte de Produtos Contrafeitos

Por forma reduzir a comercialização de produtos contrafeitos, grandes marcas mundiais juntaram-se a companhias de transporte marítimo. Esse esforço conjunto levou à elaboração de um documento que tem como objetivo prevenir o transporte por via marítima, desses produtos.

 

Luta aos Produtos Contrafeitos

Container Vessel - Green Ibérica Portugal

A contrafação tem vindo a conhecer um acentuado crescimento, levando a percas significativas nos negócios e na economia mundial. Isto coloca em causa o investimento em criatividade e inovação, prejudicando o reconhecimento de qualidade das marcas, podendo trazer problemas relacionados com a saúde e a segurança do consumidor.

É nesse contexto que a Câmara de Comércio Internacional (ICC – International Chamber of Commerce) lançou a BASCAP (Business Action to Stop Counterfeiting and Piracy) em 2015. O objetivo primeiro da BASCAP prende-se em fazer a ligação e mobilizar negócios em diferentes indústrias, setores e países na luta à contrafação e à pirataria. É intuito desta plataforma fazer chegar os problemas das empresas neste mercado, a governos, à população e aos media. Com a maior exposição torna-se possível aumentar a consciência da existência destas atividades e dos perigos económicos e sociais delas inerentes.

 

Resultados do Trabalho da BASCAP

Foi o trabalho da BASCAP, ao juntar Marcas, Armadores e Despachantes, que permitiu assinar uma Declaração de Intenções que prevenisse o transporte desses bens ilegais. A assinatura dessa declaração ocorreu em novembro de 2016 e desde então trabalharam em conjunto na elaboração de linhas orientadoras, que permitam atacar os produtos contrafeitos ainda na cadeia de abastecimento.

 

“Know Your Customer, Due Diligence and Maritime Supply Chain Integrity”

Foi esse esforço conjunto que tornou possível dar origem ao documento intitulado “Know Your Customer, Due Diligence and Maritime Supply Chain Integrity”. Aqui lançam-se as melhores práticas a tomar pela indústria marítima, que leve a uma redução do transporte dos produtos contrafeitos por esta via. Com este acordo espera-se atingir uma redução através de uma lista de controlo, que ajuda a verificar clientes e redes de abastecimento desta indústria.

Com base lançada em março último, esta nova atualização evolui no sentido de assegurar as recomendações de auditorias para clientes já existentes. Para além disso, ambiciona melhorar a relação entre marcas e operadores marítimos por via de um conjunto de medidas de cariz voluntário.

O documento foi lançado dia 26 de setembro na conferência “International Law Enforcement Intellectual Property Crime” no Dubai. Uma organização da INTERPOL e da Policia do Dubai.

Pode encontrar o documento AQUI.

 

50 years Evergreen

A EVERGREEN Completa 50 Anos

A Evergreen faz 50 anos! No mês em que celebra meio século de existência, esta é a altura certa para fazer uma retrospetiva e ver de onde veio, o que alcançou e o que aprendeu.

 

Evergreen – 50 Anos de História

Nascida do mar, a Evergreen enfrentou ventos e marés, navegando na linha da frente do plano internacional.

O Fundador e Presidente do Grupo, Dr. Y. F. Chang, estabeleceu a Evergreen Marine Corp. em 1968. Depois de 50 anos, ultrapassou desafios e continuou num percurso firme em direção a um futuro de possibilidades infinitas.

“Eu sou apaixonado pelo mar e não consigo deixar o meu trabalho na indústria marítima. Para seguir uma carreira, é preciso estabelecer-se um objetivo e dedicar-se em atingir esse objetivo. Se falhar, tente de novo! O erro é o pai do sucesso. Continue a tentar, sempre.

Quando iniciei a companhia não tinha a pretensão de me tornar num magnata dos transportes marítimos, navios de 500 toneladas eram suficientes para suprir as nossas necessidades, não sendo necessário navios maiores. Nessa altura era difícil de imaginar a escala da nossa operação nos dias de hoje.”

Dr. Y. F. Chang

Em 1968, o Dr. Chang começou a empresa com um navio de carga geral, usado. Apesar das adversidades e da concorrência feroz, a sua liderança encorajou os seus colaboradores a manterem-se positivos e a ultrapassar os obstáculos ao longo do caminho.

“Nesse início estávamos sediados num edifício de quatro andares na Chang-an East Road. O meu apartamento era no 4º andar e os escritórios estavam nos primeiro e segundo andares. Éramos uma pequena empresa com apenas uns quantos navios graneleiros.

Toda a gente ainda se deve lembrar do incêndio no navio Ever Island em Keelung. Esse foi um período muito duro. Nessa altura pedimos ajuda à Marubeni Corporation para construir cinco novos navios de carga. Eu planeava construir porta-contentores. O responsável pelo departamento de negócios da Marubeni perguntou-me porque iria a Evergreen querer aventurar-se no transporte contentorizado e se estaríamos habilitado para o fazer. A isso eu respondi “Sim, sem dúvida!”

Dr. Y. F. Chang

Datas Históricas

1969 – Lançamento da primeira linha de serviço entre Extremo Oriente-Médio Oriente.

1972 – Inauguração da primeira linha de serviço de Taiwan, entre Extremo Oriente-Caraíbas. Guiados pela excecional visão do Dr. Chang, a Evergreen abraçou totalmente o transporte contentorizado.

1975 – Lançamento da primeira rota contentorizada de Taiwan entre Extremo Oriente-Costa Oriental dos EUA, tornando-se a primeira transportadora de Taiwan a disponibilizar o serviço de transporte marítimo contentorizado.

1979 – Inauguração do primeiro serviço totalmente contentorizado de Taiwan entre Extremo Oriente-Europa, quebrando o monopólio centenário detido pela Conferência de Transporte do Extremo Oriente (Far Eastern Freight Conference).

1983 – Construção do maior terminal de contentores interior do Extremo Oriente.

1984 – Lançamento do serviço mundial totalmente contentorizado nos sentidos Oeste-Leste e Leste-Oeste, estabelecendo uma marca sem precedentes na indústria dos transportes marítimos contentorizados

1985 – A Evergreen torna-se a maior companhia de transporte marítimo contentorizado do mundo.

 

Continuamos a Crescer

Por todo o mundo mantemos o ritmo de desenvolvimento positivo. Estamos comprometidos em criar mais oportunidades para a indústria global dos transportes.

Ao longo de 50 anos, com uma vontade de inabalável, aventurámo-nos e dispersámo-nos por mares, terras e céus para fazer da Evergreen aquilo que é hoje. Como marca líder na indústria mundial do transporte contentorizado, a Evergreen tem conquistado diversos marcos importantes e ganho reconhecimento internacional. Agora opera uma frota de mais de 200 porta-contentores, servindo os cinco continentes.

Presente em mais de 300 locais por todo o mundo, estamos a crescer de forma consistente e a inovar permanentemente. A nossa estratégia operacional é compreensiva e flexível. Fizemos um upgrade para o comércio digital disponibilizando a todos os clientes, serviços de transporte de alta qualidade e eficiência.

Na busca de maior eficiência laboral, continuamos a manter-nos fiéis à nossa filosofia corporativa de gerar lucros enquanto, simultaneamente, nos importamos com os nossos funcionários e em devolver à sociedade.

Usamos as mais avançadas tecnologias navais por forma a promover uma coexistência sustentável entre a humanidade e o ambiente, e para proteger a Terra.

Hoje o sucesso da Evergreen é resultado dos esforços concertados de toda a nossa equipa, assim como do suporte e apoio de todos os nossos clientes e parceiros. Desde os nossos primórdios do transporte marítimo que o espirito de desafio, inovação e de trabalho de equipa da Evergreen nos levou a diversificar para uma rede de companhias afiliadas com laços mútuos, todos crescendo e prosperando juntos. Lutamos para ser uma influência positiva em todos os níveis da sociedade e partilhamos os nossos sucessos para produzir rendimentos sólidos para todos. Acreditamos piamente que o sucesso é construído tendo como base respeito, integridade, partilha e prosperidade mútuas.

Durante 50 anos de resiliência, a Evergreen floresceu das suas raízes marítimas. Continuamos a nossa busca pelo serviço de excelência e exploramos mais possibilidades para o futuro.

Agradecemos a todos os nossos colegas e parceiros que trabalharam ao nosso lado durante os últimos 50 anos. O seu apoio motiva-nos a manter-nos fiéis à nossa ambição original de enfrentar o vento e marés e de forjar o caminho do futuro.

Vamos apoiar o conceito de desenvolvimento sustentável e manter uma abordagem firme e pragmática para continuarmos a melhorar, a superar e a expandir os nossos vastos serviços de transportes, enquanto perseguimos o grande objetivo que nos leva a navegar por todos os cantos do mundo.

A Evergreen orgulha-se em se dedicar em tornar a vida melhor para todos, seja em mar, terra ou ar. O nosso objetivo é enriquecer a vida das pessoas e trabalhar de mão dada para criar um melhor futuro..

A Evergreen chegou aos 50 anos!

Full Steam Ahead – A Todo o Vapor!

Leia mais

ever bliss GREEN IBERICA novos navios

A Evergreen Reforça a Sua Frota Com 38 Novos Navios

A Evergreen anunciou os seus planos de aumentar a sua frota com 38 navios de tamanho médio. Os novos navios serão fornecidos sob um contrato de afretamento de longo-prazo.

No que diz respeito à capacidade dos novos elementos da frota, 14 terão cerca de 2.500 TEU enquanto os outros 24 suportarão até cerca de 1.800 TEU. Os porta-contentores serão distribuídos de igual forma entre a Evergreen Marine (Hong-Kong) e a Greencompass Marine S.A. (Panamá), subsidiárias da Evergreen Marine Corp.

Estes 38 navios juntam-se aos 36 já encomendados, o que perfaz um total de 74 porta-contentores a serem entregues nos próximos anos. Assim, e com um total de 502.000 TEU (o que representa aproximadamente 44% sua frota atual), a Evergreen torna-se, a nível mundial, a companhia com mais navios encomendados.

 

Navios Anteriormente Encomendados

Como acima referido, ainda falta entregar 36 navios dos previamente encomendados. Desses, 20 terão cerca de 11.850 TEU de capacidade, 8 terão cerca de 2.900 TEU e os restantes 8 serão de cerca de 21.000 TEU.

Dos 20 porta-contentores de 11.850 TEU, 8 serão adquiridos à  Samsung Heavy Industries (SHI) enquanto que os restantes 12 serão fretados à Shoei Kisen Kaisha (conforme previamente noticiado).

Os oito de 2.900 TEU – que portanto, se inserem na categoria “B-Class” – fazem parte de uma encomenda de 20. Doze já foram entregues.

A não esquecer estão os outros 8 ULCV que se vão juntar aos 3 que já estão integrados na frota da Evergreen. Estes navios, com motores “G-Type” e com uma capacidade que ronda os tais 21.000 TEU acima referidos, são dos maiores até à data construídos. A sua entrega está prevista decorrer até setembro de 2019.

 

Mais-Valias dos Novos Navios

Para além de aumentar e renovar a frota da Evergreen, estes navios representam um passo muito importante no que concerne às medidas de proteção ambiental, que têm pautado a identidade da Evergreen. Com isto pretendemos prestar cada vez um melhor serviço aos nossos clientes, sem nunca descorar da responsabilidade social, percorrendo um caminho de desenvolvimento aliado à sustentabilidade.

 

LATAM Cargo - Boeing 787 Dreamliner

Novo Voo da LATAM Cargo para a América do Sul

A Green Ibérica tem o prazer de anunciar um novo voo para a América do Sul, fruto da parceria com a nossa representada LATAM Cargo.

A descolar a 3 de setembro próximo, este novo voo será operado por uma aeronave B767 e vai cumprir a rota LIS > GRU.

Calendário de Voo LATAM Cargo

 

Acerca da LATAM Cargo

A LATAM Cargo é uma companhia aérea que se destaca por ter uma das frotas mais modernas do mundo. Composta por 311 aeronaves, sobressaem os altamente tecnológicos Airbus 350 e Boeing 787. A LATAM é a única companhia a movimentar-se nos céus Sul-Americanos equipada com ambos os modelos.

Resultado de uma fusão entre a LAN Cargo e a TAM Cargo, a LATAM opera diversos voos diretos entre a Península Ibérica e a América do Sul, nomeadamente em países como o Brasil (GRU e VCP), Peru (LIM), Equador (UIO e GYE) e Chile (SCL), entre muitos outros. Para além dos voos internacionais, a companhia disponibiliza igualmente, de diversos voos internos.

 

Naturalmente, para além da nova rota apresentada, dispomos das rotas anteriormente trabalhadas. Pode ficar a saber mais acerca dessas mesmas rotas, assim como das demais companhias aéreas com que trabalhamos, aqui.

Para mais informações, entre em contacto connosco.

 

 

 

airBaltic airline

Mesmo a Tempo. A airBaltic é a Nova Representada Aérea da Green Ibérica

A Green Ibérica tem o prazer de anunciar a sua nova representada, nos céus para transportar as suas mercadorias. A airBaltic é uma companhia aérea europeia que adota as melhores práticas nos transportes aéreos. As suas prioridades passam pela segurança, a pontualidade e a qualidade do serviço. Destas devemos destacar a pontualidade, já que ganhou o Prémio da Companhia Aérea mais Pontual do Mundo nos anos de 2014, 2015 e 2017.

airbaltic a airline mais pontual

A airBaltic é uma Sociedade Anónima que se estabeleceu em 1995. O seu principal acionista é o estado da Letónia com 80,05% das ações.

A partir da sua base em Riga, Letónia, a airBaltic serve mais de 60 destinos. Para todos estes locais a companhia oferece ligações fiáveis e muito rápidas, via Riga. A sua rede abrange Europa, Escandinávia, países CIS e Médio Oriente.

 

Serviços de Carga airBaltic

A airBaltic disponibiliza um serviço de transporte de carga. Para isso esta companhia dispõe de uma frota composta por aviões:

Esta frota permite transportar, por exemplo, Europalets e Paletas Americanas com até 84cm de altura e 300kg por volume.

São aceites cargas DG e com temperatura controlada.

Se pretende o transporte de animais, esta companhia também pode ser a solução ideal. A airBaltic está autorizada pela EU (autorização de transporte nº 067731) a proceder a este tipo de transporte com toda a segurança e comodidade.

Devido ao horário de voo, conseguimos ter ligações rápidas para toda a rede, com tempos de trânsito para a maioria dos destinos de menos de 24h.

 

Caso tenha uma carga com peso ou dimensões superiores às previamente referidas, ou se pretende fazer o transporte de animais de forma segura, entre em contacto com a Green Ibérica e informá-lo-emos acerca de toda a documentação e requisitos necessários.

Conheça as restantes companhias aéreas com que trabalhamos.

Ever Goods - Ship Evergreen

Os Novos ULCV da Evergreen Já Começaram a Chegar

A Evergreen está a reforçar a sua frota e já chegaram os primeiros dois de onze ULCV (Ultra Large Container Vessel).

Como queremos estar sempre na vanguarda da tecnologia, apostámos nos novos ULCV que estão a agitar o mercado dos transportes marítimos. O Ever Golden foi o primeiro a chegar, seguindo-se o Ever Goods.

Características dos Novos ULCV

Medindo cerca de 400 metros de comprimento, com cerca de 59 metros de boca e com uma capacidade que pode chegar aos 21 000 TEU, estes gigantes do mar foram desenhados com um maior calado por forma a permitir maior robustez ao casco e assim aumentar a segurança na navegação.

 

Papel dos Novos Navios nos Compromissos Ambientais da Evergreen

EVER GOLDEN ULCV Vessel - Rilland-Bath
EVER GOLDEN

Em linha com as preocupações ambientais que a Evergreen impôs na sua própria atividade, estes ULCV vêm equipados com diversos sistemas de proteção ambiental e cumprem rigorosamente com os regulamentos das agências marítimas internacionais. Foi introduzido um sistema de transmissão de informação em tempo real do navio para a costa possibilitando que todas as condições da navegação – como estatísticas de navegação e condições atmosféricas – sejam controladas. Assim, com todos os dados gerados, já se conseguem tomar ações em terra que permitem otimizar a velocidade e o planeamento da rota no mar. Esta tecnologia permite baixar o consumo de combustível e aumentar a segurança da travessia. A nova geração de motores principais G-Type foi construída para operar em velocidades mais baixas, reduzindo o consumo e as emissões de gases com efeito estufa.

 

Este programa de rejuvenescimento e aumento de frota da Evergreen vai, assim, aumentar a qualidade do serviço que nós, Green Ibérica, fornecemos aos nossos clientes e ainda reduzir de forma significativa as emissões de gases poluentes para a atmosfera.

Assinatura de contrato de novos porta-contentores

A Evergreen Encomendou Vinte Navios Porta-Contentores de 11 000 TEU

Em fevereiro passado, a Evergreen Marine Corp. (EMC) chegou a acordo para a compra de 8 e afretamento de 12 porta-contentores todos novos com 11 000 TEU de capacidade. O acordo de compra fez-se com a Samsung Heavy Industries (SHI). O contrato de afretamento foi efectuado com a Shoei Kisen Kaisha.

Os navios serão distribuídos de forma igual entre as duas subsidiárias da EMC, a Greencompass Marine S.A. e a Evergreen Marine Ltd., de Hong Kong, que ficarão com 10 navios cada uma. A entrega destes novos navios está prevista para 2020 e 2021.

A EMC salienta que este programa de renovação vai ao encontro das futuras exigências de mercado e que a renovação da frota é para continuar. À medida que os navios forem entregues, a Evergreen vai devolvendo os navios afretados mais antigos, por forma a otimizar a eficiência da sua frota operacional bem como a melhorar a competitividade do serviço.

 

Dimensões e Mais-Valias dos Novos Porta-Contentores

Os novos navios têm um comprimento total de aproximadamente 334 m, cerca de 48,4m de boca e estão aptos a transportar 11 850 TEU com um porte bruto de 127 000 toneladas num calado de 15,5m. Estes navios estão desenhados para navegar a uma velocidade de 23 nós e estão aptos a atravessar o Canal do Panamá.

O comprimento fora-a-fora destes navios é inferior à dos ULCV (Ultra-Large Container Vessels), que atualmente fazem o comércio entre a Ásia e a Europa, facilitando assim as manobras portuárias dos navios nos portos e concedendo grande flexibilidade na distribuição da frota.

Estes navios estão, ainda, especialmente desenhados de forma a possibilitar uma carga de contentores de 40 pés em cima de dois de 20 pés. Esta disposição tanto pode aumentar a flexibilidade de carga do navio como pode maximizar a capacidade de transporte.

 

Frota Atual da Evergreen

A frota operacional atual da Evergreen Line abrange cerca de 200 porta-contentores com uma capacidade total acima dos 1,1 milhões de TEU. . No intuito de melhorar a qualidade e a competitividade do serviço a transportadora vai continuar o seu programa de renovação de frota.

Alinhada com os critérios intrínsecos de eco-friendly que a Evergreen impôs à sua própria operação, os navios vêm equipados com diversos sistemas de proteção do ambiente, tal como um sistema de tratamento de águas de lastro e um sistema marítimo de energia alternativa por forma a cumprir com todos os regulamentos das agências marítimas internacionais e restantes autoridades competentes.

 

Com este upgrade da frota, a Green Ibérica pode proporcionar aos seus clientes em Portugal, um melhor serviço, com rotas mais diretas entre o Oceano Atlântico e o Oceano Pacífico, o que pode representar prazos de entregas das mercadorias mais curtos para aquela zona do planeta. Para além disso, estes novos navios têm o condão de tornar a frota mais amiga do ambiente, indo ao encontro de uma das principais linhas identitárias da empresa.

Ship Ever Spring

A Evergreen Reforçou o Seu Serviço Entre a Ásia e o Leste Africano

Por forma a ir ao encontro das crescentes, e cada vez mais diversificadas, exigências do mercado, a Evergreen Line, grupo ao qual pertence a Green Ibérica, melhorou o seu serviço entre a Ásia e o Leste Africano (AEF), criando rotas diretas no Centro e Sul da China.

Atualmente são cinco os navios a assegurar os serviços na AEF, três a operar pela Evergreen Line e os dois restantes pela COSCO e pela X-Press Feeders. Para garantir este novo serviço, tanto a Evergreen Line como a COSCO vão adicionar mais um navio cada, aumentando para sete o total de navios neste corredor.

Este novo serviço vai permitir que uma nova ligação direta entre três portos chineses e o Quénia, juntando-se às já existentes entre a Malásia, a Singapura, o Sri Lanka e o Quénia. 5 de julho é a data prevista para o início do serviço que terá a seguinte rota:

Shanghai > Ningbo > Shekou > Singapura > Tanjung Pelepas > Porto Klang (Porto Oeste) > Colombo > Mombasa > Colombo > Porto Klang (Porto Oeste) > Tanjung Pelepas > Singapura > Shanghai

 

A Nova Realidade Económica do Leste Africano

O crescimento económico do Leste Africano dos últimos anos tem sido feito de forma sustentada. A China tem tido um papel importante neste crescimento por via de investimentos bastante significativos. Isso é especialmente relevante na medida em que levou à construção de infraestruturas fundamentais para o aumento das importações. O alargamento do serviço na AEF é uma resposta às necessidades no comércio entre a China e o Leste Africano.

Com a chegada do mês de julho – e com ele da época alta – a expansão deste serviço vai ser, certamente, de grande utilidade para as transportadoras que atuam nesta rota comercial.

Portugal sairá bastante beneficiado com este serviço na medida em que o transbordo é efetuado em Colombo, um importante hub da Evergreen na região.

 

Caso tenha alguma dúvida que queira ver esclarecida, entre em contacto connosco.